São Josemaria Escrivá. Fundador do Opus Dei - Opus Dei: vida, obras e mensagem de São Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei. Fotos, Videos, Testemunhos do Brasil e Portugal. O que é Opus Dei: um caminho de santidade que coloca o trabalho e as circunstancias habituais no centro do encontro pessoal com Deus. http://www.pt.josemariaescriva.info/ <![CDATA[Santa Maria Madalena]]> A 10 de junho de 2016, o Papa Francisco estabeleceu, mediante um decreto, que a memória de Santa Maria Madalena que se celebra a 22 de julho, se elevasse ao nível de festa.

Na Missa e no ofício divino que se celebrarão a partir de agora nesse dia, utilizar-se-ão os textos habituais do Missal Romano e a Liturgia das Horas, mas a celebração da Missa contará com um prefácio próprio intitulado “de apostolorum apostola” (Apóstola de apóstolos).

A decisão de elevar ao nível de festa a celebração de Santa Maria Madalena servirá para “refletir mais profundamente na dignidade da mulher, da nova evangelização e da grandeza do mistério da misericórdia divina” explicou o Arcebispo Arthur Roche, Secretário da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.


Evangelho segundo S. João 20, 11-18

Estava Maria junto ao sepulcro, da parte de fora, a chorar. Enquanto chorava, debruçou-se para dentro do sepulcro, e viu dois anjos vestidos de branco, sentados, um à cabeceira e outro aos pés, onde jazera o corpo de Jesus. Disseram-lhe eles: «Mulher, porque choras?» Ela respondeu-lhes: «Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram». Dito isto, voltou-se para trás e viu Jesus, de pé, mas não sabia que era Jesus. Disse-lhe Ele: «Mulher, por que choras? A quem procuras?» Ela, pensando que era o encarregado do horto, disse-lhe: «Senhor, se foste tu que o tiraste, diz-me onde o puseste, que eu vou buscá-lo.» Disse-lhe Jesus: «Maria!» Ela, aproximando-se, exclamou em hebraico: «Rabbuni!» - que quer dizer: «Mestre!» Jesus disse-lhe: «Não me detenhas, pois ainda não subi para o Pai; mas vai ter com os meus irmãos e diz-lhes: ‘Subo para o meu Pai, que é vosso Pai, para o meu Deus, que é vosso Deus.’» Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos: «Vi o Senhor!» E contou o que Ele lhe tinha dito.

A seguir, apresentamos alguns textos de S. Josemaria para meditar considerando a figura desta santa.

Textos de S. Josemaria

Que boa razão a daquele sacerdote, quando pregava assim: "Jesus perdoou-me toda a multidão dos meus pecados - quanta generosidade! -, apesar da minha ingratidão. E se a Maria Madalena foram perdoados muitos pecados, porque muito amou, a mim, a quem ainda mais foi perdoado, que grande dívida de amor me fica!".
- Jesus, até à loucura e ao heroísmo! Com a tua graça, Senhor, ainda que seja preciso morrer por Ti, já não te abandonarei.
Forja, 210


Jesus Nazareno, Rei dos Judeus, já tem preparado o trono triunfador. Tu e eu não O vemos contorcer-Se, ao ser pregado; sofrendo tudo quanto se pode sofrer, estende os braços num gesto de Sacerdote Eterno...

Os soldados tomam as vestes e fazem quatro partes. - Para não dividirem a túnica, sorteiam-na entre eles para ver a quem caberá. - E assim, uma vez mais, se cumpre a Escritura que diz: Repartiram entre si as Minhas vestes e lançaram sortes sobre elas (Jo XIX, 23 e 24).


Já está no alto. - E, junto de seu Filho, ao pé da Cruz, Santa Maria... e Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. E João, o discípulo que Ele amava, Ecce mater tua! - Aí tens a tua Mãe! Dá-nos a Sua Mãe por Mãe nossa.

Tinham-Lhe oferecido antes vinho misturado com fel, mas, tendo-o provado, não o bebeu (Mt XXVII, 34).

Agora tem sede... de amor, de almas.
Consummatum est. - Tudo está consumado (Jo XIX, 30).
Menino pateta, olha: tudo isto..., tudo isto sofreu por ti... e por mim. - Não choras?
Santo Rosário, 10


Ao cair da tarde do sábado, Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago, e Salomé compraram perfumes para ir embalsamar o corpo morto de Jesus. - No outro dia, de manhãzinha cedo, chegam ao sepulcro, nascido já o Sol (Mc XVI, 1 e 2). E entrando, ficam consternadas, porque não encontram o corpo do Senhor. - Um jovem, coberto de vestes brancas, diz-lhes: Não temais; sei que procurais Jesus Nazareno. Non est hic, surrexít enim sicut dixit, - não está aqui, porque ressuscitou, como tinha anunciado (Mt XXVIII, 5).

Ressuscitou! - Jesus ressuscitou. Não está no sepulcro. A Vida pôde mais do que a morte.

Apareceu a Sua Mãe Santíssima. - Apareceu a Maria de Magdala, que está louca de amor. - E a Pedro e aos demais Apóstolos. - E a ti e a mim, que somos Seus discípulos e mais loucos do que Madalena! Que coisas Lhe dissemos!
Que nunca morramos pelo pecado; que seja eterna a nossa ressurreição espiritual. - E, antes de terminar a dezena, beijaste as chagas dos Seus pés... e eu, mais atrevido, - por ser mais criança - pus os meus lábios no Seu lado aberto.
Santo Rosário, 11

Não peças perdão a Jesus apenas das tuas culpas; não O ames com o teu coração somente...

Desagrava-O por todas as ofensas que Lhe têm feito, que Lhe fazem e Lhe hão de fazer...; ama-O com toda a força de todos os corações de todos os homens que mais O tenham amado.
Sê audaz: diz-Lhe que estás mais louco por Ele que Maria Madalena, mais que Teresa e Teresinha... mais apaixonado que Agostinho e Domingos e Francisco, mais que Inácio e Xavier.
Caminho, 402


"Algum tempo depois - lê-se no capítulo VIII de São Lucas - andava Jesus pelas cidades e aldeias pregando e anunciando o Reino de Deus, acompanhado pelos doze e por algumas mulheres, que tinham sido libertadas dos espíritos malignos e curadas de várias enfermidades, por Maria, chamada Madalena, de quem expulsara sete demónios, e por Joana, mulher de Cusa, procurador do Rei Herodes, e por Susana e por outras que Lhe assistiam com os seus bens".
Copio. E peço a Deus que, se alguma mulher me ler, se encha de uma santa inveja cheia de eficácia.
Caminho, 981]]>
<![CDATA[Santa Maria da Paz, um lugar de oração]]> Os restos sagrados de São Josemaria repousam em Roma, na Igreja de Santa Maria da Paz. São muitos os que ali vão para lhe pedir ajuda ou agradecer a sua intercessão.

O corpo de São Josemaria Escrivá repousa numa urna que está sob o altar da Igreja de Santa Maria da Paz. Milhões de pessoas em todo o mundo recorrem a São Josemaria para pedir a Deus nosso Senhor as mais variadas graças e favores. E são muitos os que se deslocam à Igreja Prelatícia para continuar a pedir ou para agradecer favores recebidos por sua intercessão.

A devoção de Mons. Escrivá a Nossa Senhora é a razão de ser da invocação desta Igreja e da imagem que a preside. A pintura, obra de Manuel Caballero, ficou à veneração dos fiéis no dia 18 de Dezembro de 1959.

O altar do templo situa-se sob um pequeno baldaquino, como acontece em muitas igrejas romanas. No vestíbulo de acesso encontra-se uma escultura da Virgem Maria, Mãe do Amor Formoso. No átrio vê-se a pia batismal onde foi batizado São Josemaria no dia 13 de Janeiro de 1902. Foi doada pelo Bispo e Cabido da Catedral de Barbastro, sua cidade natal.

Na cripta está enterrado o Beato Álvaro del Portillo (1914-1994), bispo e primeiro sucessor de São Josemaria à frente do Opus Dei.

Nessa mesma cripta está enterrada Carmen Escrivá, irmã do fundador; e enterrou-se, recentemente, a primeira numerária auxiliar do Opus Dei, Dora del Hoyo.

Aí se encontram também a Capela do Santíssimo e os confessionários. São Josemaria pregou com incansável desvelo a frequência dos sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia, dádivas de Deus aos homens, seus filhos, e fonte de alegria e de verdadeira paz.

“Santa Maria é – assim a invoca a Igreja – a Rainha da paz. Por isso, quando se agitar a tua alma, o ambiente familiar ou profissional, a convivência na sociedade ou entre os povos, não cesses de aclamá-la com esse título: «Regina pacis, ora pro nobis!», Rainha da paz, rogai por nós! Experimentaste-o alguma vez, quando perdeste a tranquilidade?... – Surpreender-te-ás com a sua imediata eficácia” (São Josemaria Escrivá).



Horários, dados úteis e mapa de Roma

Santa Maria da Paz, Igreja Prelatícia do Opus Dei
Viale Bruno Buozzi, 75 – 00197 Roma
Telefone: 06-808961
Horário: Aberta das 8.30 às 20.25 (das 14.00 às 17.00, entrada pela Via di Villa Sacchetti, 36).


Missas: todos os dias às 8.30, às 12.00 (excepto durante a Semana Santa) e às 19.30*.

Durante a Semana Santa (desde o domingo de Ramos até ao domingo de Páscoa há apenas Missa às 8.30, exceto na Quinta-feira, Sexta-feira e Sábado Santos.

*A Missa das 19.30 é suprimida nos meses de Julho e Agosto.
Sexta-feira, 17 de julho de 2015 estará encerrada todo o dia e sábado, 18 desde as 9.30h até às 14h, para limpeza

Confissões: em italiano, inglês, castelhano, francês, alemão e português.

Se um grupo quiser avisar da sua chegada com antecedência ou se um sacerdote desejar celebrar a Santa Missa, pode telefonar.

Para aceder a Santa María da Paz, como acontece nas outras igrejas romanas, deve vestir respeitosamente: O costume local requer joelhos e ombros cobertos.

Telefones úteis
- Turismo da Cidade de Roma: 06-0606
- Aeroportos de Roma (Fiumicino e Ciampino): 06-65951 (central)
- Rádio -Táxis: 06-3570; 06-4994; 06-8822

Mapa para descarregar]]>
<![CDATA[Missas em honra de S. Josemaria]]> Este ano as celebrações eucarísticas que terão lugar em todo o mundo para comemorar a festa de São Josemaria poder-se-ão consultar na página web do Opus Dei de cada país. ]]> <![CDATA[O 26 de Junho de 1975, contado por D. Álvaro del Portillo]]> No dia 26 de Junho de 1975 Mons. Josemaria Escrivá faleceu repentinamente em Roma. No mês de Maio anterior havia realizado a sua última viagem a Espanha, onde recebera a medalha de ouro da cidade onde tinha nascido (Barbastro) e visitou o Santuário de Torreciudad cuja construção havia promovido e que estava prestes a ser inaugurado.

O seu falecimento encerrou a etapa fundacional do Opus Dei e deu início, usando palavras do seu sucessor, Mons. Álvaro del Portillo, à “etapa da continuidade e da fidelidade”. Mons. Álvaro del Portillo, foi testemunha privilegiada das suas últimas horas na terra.

”No dia 26 de Junho de 1975, o último dia da sua vida na terra, o Padre levantou-se à hora costumada. Ajudado pelo Pe. Javier Echevarría, celebrou a Missa de Nossa Senhora no oratório da Santíssima Trindade, às sete e cinquenta e três. Eu também celebrei a essa mesma hora, na sacristia maior, porque naquela manhã o nosso Fundador desejava ir com o Pe. Javier e comigo a Castelgandolfo, para despedir-se das suas filhas de Villa delle Rose, já que estávamos em vésperas de sair de Roma. Sentia-se bem fisicamente, e nada fazia prever o que aconteceria pouco depois. (…)

O Padre voltava de Villa delle Rose indubitavelmente cansado, mas sereno e contente. Atribuiu aquele mal-estar ao calor. (…) Às onze cinquenta e sete, entrámos na garagem de Vill Tevere. (…)

Cumprimentou Nosso Senhor no oratório da Santíssima Trindade e, como de costume, fez uma genuflexão pausada, devota, acompanhada de um acto de amor. A seguir, subimos até o meu escritório, que era o quarto onde habitualmente trabalhávamos, e, poucos segundos depois de ter passado a porta, chamou: Javi! O Pe. Javier Echevarría tinha ficado para trás, a fim de fechar a porta do elevador, e o nosso Padre repetiu com mais força: Javi!; e depois, em voz mais fraca: Não me sinto bem. Imediatamente caiu no chão.

Para nós, era sem dúvida uma morte repentina; para o nosso Fundador, pelo contrário, foi algo que vinha amadurecendo – atrevo-me a dizê-lo – mais na sua alma do que no seu corpo, porque cada dia era maior a frequência com que oferecia a sua vida pela Igreja e pelo Papa.

Estou convencido de que o Padre pressentia a sua morte. Nos seus últimos anos, repetia frequentemente que estava a mais na terra e que, do Céu, poderia ajudar-nos muito melhor. Ouvi-lo falar assim – naquele seu tom forte, sincero, humilde – enchia-nos de dor, porque, enquanto ele pensava que era um peso, para nós era um tesouro insubstituível. (…)

Em todos os países, os meios de comunicação social passaram a difundir a notícia com respeito e veneração: era o reflexo da impressão colhida directamente dos jornalistas que acorreram imediatamente a Villa Tevere. Nos dias sucessivos, foram aparecendo numerosíssimos artigos e programas de rádio e televisão, em que se destacava a importância da obra do nosso Fundador na vida da Igreja; a sua fama de santidade tornava-se ainda mais patente com a sua morte.

Consolou-me muito receber a afectuosa resposta do Santo Padre Paulo VI à notícia que eu lhe enviara como Secretário-Geral da Obra. Por meio de Mons. Benelli, o Papa exprimia as suas condolências e dizia-nos que também ele rezava permanecendo espiritualmente ao lado do corpo de “um filho tão fiel” à Santa Madre Igreja e ao Vigário de Cristo.
Antes do funeral público, chegou a Villa Tevere um telegrama da Sé Apostólica. O Romano Pontífice renovava as suas condolências, assegurava que estava oferecendo sufrágios pela alma do nosso Fundador e confirmava a sua persuasão de que era uma eleita e predilecta de Deus; concluía, concedendo a Bênção Apostólica a toda a Obra. Como de costume, o telegrama era assinado pelo Cardeal Secretário de Estado, que se unia de todo o coração à nossa dor e aos sentimentos de Paulo VI, o qual desejava fazer-nos chegar quanto antes aquelas linhas.

Chegaram à sede central do Opus Dei milhares de telegramas e cartas dos cinco continentes; além das expressões da mais sentida dor, reflectiam concordantemente a convicção de que tinha morrido um santo, um dos grandes fundadores suscitados na Igreja pelo Espírito Santo.”

Publicado em: Federico M. Requena e Javier Sesé, Fuentes para la historia del Opus Dei, Barcelona, Ariel, 2002, p.150-152

>> Visite a página de D. Álvaro del Portillo]]>
<![CDATA[Supera-te todos os dias]]> Breve video de S. Josemaria em que anima a não ter vergonha de ser "un pobre vaso de barro", com defeitos, mas lutaremos toda a vida para não os ter, até ao fim. Isso é amor". ]]> <![CDATA[Uma vontade que todos sentimos]]> Vídeo. Um senhor pregunta a S. Josemaria: "ao chegar o fim da tarde sentimos ao mesmo tempo a vontade de continuar a trabalhar ou ir para casa. O que nos recomenda?" ]]> <![CDATA[S. Josemaria é admirável]]> Ajuda-me em todas as dificuldades com que me deparo na vida. Graças a ele os momentos difíceis tornam-se mais fáceis. Basta mencionar carinhosamente que me ajudou a encontrar trabalho e a superar uma depressão grave. Conheci pessoas que me animaram. Graças a essas orações fiquei a saber que as coisas não são irremediavelmente más… Confiemos em Deus e nos seus servos que estão no céu, e tudo se resolverá! Rezemos e tudo nos será outorgado.]]> <![CDATA[Um amendoim]]> Um bisneto da minha irmã, com dois anos de idade, engoliu um amendoim o qual se alojou no pulmão. Esteve internado uma semana num hospital universitário de uma cidade na Alemanha onde a família vivia. Aí não conseguiram tirá-lo.
Entretanto, eu pedia a S. Josemaria que intercedesse junto do Senhor e da sua Santíssima Mãe, para que se salvasse.
Poucos dias mais tarde transferiram-no para um hospital de Berlim. No dia 11 de fevereiro do ano passado, festa de Nossa Senhora de Lourdes, extirparam o amendoim, e a criança não ficou com quaisquer sequelas. Agradeço a S. Josemaria este pequeno e grande favor.
]]>
<![CDATA[27.7.1974]]> Em Lima, durante um encontro, Carmina, de sete anos, conta-lhe: “O meu papá está no Céu. Gostava que me falasse um pouco do Céu”. São [...]]]> <![CDATA[Vida de Fé]]> Quando lhe pedem que ensine a ter mais fé, S. Josemaria recorre ao Evangelho e convida a descobri-lo.]]> <![CDATA[Conta Twitter dedicada a São Josemaria ]]> Tweets by Sao_Josemaria ]]>