InícioDocumentação
Documentação

Os avós

Esther Toranzo

Josemaria Escrivá nasceu em Barbastro por volta das dez horas da noite de 9 de Janeiro de 1902. José Escrivá y Corzán e Dona Dolores Albás y Blanc foram os seus pais. José Escrivá e Dolores Albás casaram-se em 19 de Setembro de 1898 na Catedral de Barbastro. Os Escrivá eram considerados e estimados na cidade, onde tinham muitos amigos e numerosa família. Etiquetas: Barbastro, Cruz, Família Escrivá

Como vivia S. Josemaria o Natal?

Apresentamos alguns episódios que refletem como S. Josemaria vivia as festas natalícias, a sua devoção ao Menino Jesus e à Sagrada Família e pormenores de carinho que tinha com as pessoas que conviviam com ele. Etiquetas: Alegria, , Infância espiritual, Piedade, Família, Natal, Canção de Natal, Josemaria Escrivá

Paulo VI e S. Josemaria

Aquando da beatificação do Papa Paulo VI, reunimos alguns relatos sobre a convivência que este Pontífice teve com S. Josemaria Escrivá. Etiquetas: Igreja, Opus Dei, Papa, Paulo VI, Itália, Josemaria Escrivá

O significado teológico-espiritual de Caminho pelo Beato Álvaro del Portillo

Álvaro del Portillo

"A inspiração profunda de Caminho é, por assim dizer, a existência cristã vivida por seres de carne e osso, que se desenrola nas condições correntes do mundo", explicava o beato Álvaro del Portillo por ocasião da publicação do exemplar número 3.000.000. Etiquetas: Álvaro del Portillo, Caminho, Opus Dei, Santidade, Vida corrente

Álvaro del Portillo fala de São Josemaria

Em 1992 Álvaro del Portillo deu uma longa entrevista a Cesare Cavalleri que foi publicada com o nome de “Entrevista sobre o fundador do Opus Dei”. Nessas páginas, o próximo beato, que tinha vivido quarenta anos perto de São Josemaria, contou muitas recordações pessoais.
Apresentamos neste artigo alguns parágrafos desse livro. Etiquetas: Álvaro del Portillo, Amor de Deus, Generosidade, Vida corrente, Vontade de Deus, Vocação, Josemaria Escrivá

23 de agosto de 1971: Adeamus cum fiducia ad thronum gloriae

Pouco sabemos das muitas graças extraordinárias que S. Josemaria recebeu; apenas temos conhecimento de algumas, como aquilo que ocorreu a 23 de Agosto de 1971, quando passava uns dias em Caglio, no norte de Itália. Etiquetas: Locução

Com a sua Assunção alegram-se os anjos

J. Gil

Conhecemos poucos pormenores acerca dos últimos anos de Nossa Senhora na terra. Entre a Ascensão e o Pentecostes, a Sagrada Escritura situa-a no Cenáculo; depois permaneceria junto a São João, pois foi confiada aos seus cuidados filiais. Mas a Escritura não regista o momento nem o ambiente em que se deu a Assunção. Etiquetas: Anjos, Nossa Senhora, Terra Santa, Pegadas da nossa Fé, Jerusalém

"Quando eu for levantado da terra, atrairei todas as coisas a mim"

John F. Coverdale

São Josemaria recebe uma moção interior, de origem sobrenatural, que iluminou um aspecto essencial da Obra de Deus: "Quando eu for levantado da terra, atrairei a mim todas as coisas." Etiquetas: Cidadania, Contemplar, Jesus Cristo, Trabalho

São Pedro in Gallicantu

J. Gil

No mesmo instante, quando ainda estava a falar, um galo cantou. O Senhor voltou-se e olhou para Pedro. E Pedro recordou as palavras que o Senhor lhe tinha dito: «Antes de o galo cantar hoje, me negarás três vezes». E, saindo para fora, chorou amargamente (Lc 22, 60-62). Em Jerusalém este episódio situa-se na encosta oriental do monte Sião, não muito longe do Cenáculo, isto é, num bairro residencial da cidade nos tempos de Jesus Cristo, que se assomava às torrentes do Cédron e Ginón. Etiquetas: Arrependimento, Igreja, misericórdia, Pegadas da nossa Fé, Papa Francisco, conversão

Ao ver a cidade, chorou por ela

J. Gil

E, enquanto descia a encosta do monte das Oliveiras, entre os louvores que a multidão dirigia a Deus, ao ver a cidade, chorou sobre ela, dizendo: - Se neste dia tivesses conhecido, tu também, os trâmites da paz! Mas não; foram vedados a teus olhos. E que virão dias para ti, em que os teus inimigos hão-de levantar um entrincheiramento à tua volta, te hão-de cercar e apertar de todos os lados; hão-de esmagar-te contra o solo, bem como a teus filhos dentro de ti, e não deixarão em ti pedra sobre pedra, por não teres reconhecido o tempo em que foste visitada (Lc 19, 41-44). Etiquetas: , Jesus Cristo, Amor, Terra Santa, Pegadas da nossa Fé, Jerusalém, Papa Francisco